Forno À gás ou Elétrico? Saiba qual melhor opção para você!

Para quem gosta de cozinhar e passar horas procurando por receitas sabe que para cada uma delas existe um tipo de forno adequado, como o forno a gás e o elétrico, que pode gastar mais ou menos tempo para assar a comida.

Mas além da questão do tempo, também existe a da limpeza, do gasto de energia e até da forma como o alimento pode ser preparado. Por isso, a escolha entre ambos os fornos deve ser feita pensando em como você gosta de fazer suas receitas, sem deixar de pensar na praticidade.

Forno elétrico

O uso do forno elétrico é ideal para o preparo de massas. Ele se mantém aquecido por mais algum tempo mesmo após desligá-lo, o que mantém o alimento quente até a hora de servi-lo, além de conseguir gratiná-los.

Ele funciona sem o uso de gás, assim você pode controlar a sua temperatura, o aquecimento é uniforme e não há perigo para vazamentos.

Ele possui um timer que permite que o forno se desligue automaticamente após o horário determinado para assar o alimento. E também é mais fácil para limpar, já que não há utilização de gás, o que não deixa resíduos de combustão.

Desvantagens

  • Demora a alcançar a temperatura ideal para assar o alimento, o que consome mais energia elétrica;
  • Na falta de energia, o forno não funcionará;
  • A maioria funciona na voltagem 220, portanto é aconselhável saber a voltagem da sua cozinha antes de fazer a compra.

Quer pesquisar mais sobre fornos elétrico e a gás? Entre em nosso site e dê uma olhada nos fornos que estamos oferecendo para você.

Forno a gás

Além de utilizar pouquíssima energia, o forno a gás é maior do que um forno elétrico, o que permite assar peças um pouco maiores como um peru, por exemplo.

Ele esquenta mais rápido do que um forno elétrico e é indicado para receitas que exijam um tempo maior de cozimento, pois realça o sabor e mantém a textura natural.

Para quem mora em um local onde possui gás encanado, é uma ótima maneira de economizar energia.

Desvantagens

  • Despesas com botijão de gás ou necessidade de ter gás encanado;
  • A temperatura é variável, pois depende da quantidade de gás que está entrando, fazendo as chamas serem irregulares;
  • Ao ser assado de forma irregular, os alimentos colocados na grade de baixo assarão mais rápido. Já na grande de cima, poderá demorar mais;
  • A qualidade de assamento poderá ficar comprometida por causa dessa irregularidade, deixando algumas partes do alimento menos assadas que outras;
  • A constante vigilância do forno para perceber se não há risco de vazamento.

De forma resumida, o forno elétrico é indicado para uso de pratos leves, porém demora mais a assar o alimento e consome mais energia. Já o forno a gás, permite assar pratos mais elaborados, economiza energia, porém sua temperatura irregular pode deixar o alimento comprometido.

Agora que você já sabe quais as vantagens e desvantagens dos fornos elétricos e a gás veja qual se ajusta a seu tipo preferido de receita, sempre pensando na praticidade e economia, para que você possa fazer as melhores receitas mantendo a qualidade para ter a melhor experiência na cozinha.

Deixe um comentário