Blog da Norte

Conteúdos únicos da Norte Refrigeração

Manual do churrasco: reconheça os 6 pontos da carne

Conduzir um churrasco sem conhecer os pontos da carne não é tarefa fácil, sobretudo quando você será o churrasqueiro, a pessoa responsável por assar a carne e garantir que os convidados fiquem todos felizes. Ou seja, um verdadeiro desafio, não é mesmo?

Mas, então, para te ajudar nessa importante missão, elaboramos este conteúdo para apresentar informações sobre como identificar os seis pontos da carne, mostrando as características e diferenças de cada ponto. Veja!

Como identificar os seis pontos da carne?

Enquanto a carne assa, ela passa por seis pontos. Identificar cada um deles é essencial para que o consumidor ou convidado tenha uma carne de acordo com o seu gosto. Saiba quais são eles a seguir:

1. Selada, ponto bleu ou extra rare (temperatura não deve passar de 50ºC)

Esse ponto é mais conhecido como “carne selada”. Ela é cozida na superfície (fica tostadinha) e, em sua parte interior, é levemente aquecida, de tal forma que sua estrutura interna não seja alterada. Geralmente, esse ponto é um dos mais preferidos por quem ama carne vermelha, pois ela, nessa condição, fica mais macia.

Mas, então, para preparar a carne com base nesse ponto você deve selá-la por um período curto de tempo. Quanto menor for o tempo da selagem, mais suculenta ela fica.

Carne selada ou ponto bleu

  • Corte ideal: fatiado, de preferência;
  • Aplicação de sal: leve;
  • Altura da chama: altura que preserve a temperatura de 50ºC.

2. Mal passada (temperatura em torno de 52 a 55ºC)

Seguindo a escadinha, a carne mal passada está um ponto acima da anterior (selada), pois a sua superfície fica bem grelhada e a sua parte interior mantém o vermelho vivo e grande parte do sulco. Todavia, a parte central da carne (em seu interior) ainda se mantém inalterada, o que a deixa macia e suculenta.

Por isso, esse ponto é ideal para quem gosta de sentir o sabor mais forte da carne.

Mal passada

  • Corte ideal: fatiado, de preferência;
  • Aplicação de sal: leve;
  • Altura da chama: altura que preserve a temperatura de 52 a 55ºC.

3. Ao ponto para mal (temperatura em torno de 55 a 59ºC)

Esse ponto é bem semelhante ao anterior, com a diferença de que as bordas da carne vermelha ficam mais cozidas, de tal forma que apenas o seu centro fica avermelhado, com aquele aspecto úmido de sangue.

Assim como no ponto anterior, a melhor coisa desse ponto é o sabor, uma vez que deixa a carne mais macia em seu interior.

Carne ao ponto para mal

  • Corte ideal: fatiado, de preferência;
  • Aplicação de sal: leve;
  • Altura da chama: altura que preserve a temperatura de 55 a 59ºC.

4. Ao ponto (temperatura em torno de 60 a 65ºC)

A carne ao ponto é uma das mais pedidas em restaurantes e nos churrascos entre amigos. É ideal para quem gosta da carne mais crocante, pois toda sua estrutura é modificada, da superfície ao centro, ficando mais firme em decorrência da temperatura a qual ela é submetida, que gira em torno de 60 a 65º.

Tanto a parte externa como a parte interna são modificadas pela temperatura. Dessa forma, muitas vezes, ambas ficam com apenas uma cor.

Carne ao ponto

  • Corte ideal: fatiado, de preferência;
  • Aplicação de sal: leve;
  • Altura da chama: altura que preserve a temperatura de 60 a 65ºC.

5. Ao ponto para o bem (temperatura em torno de 65 a 69ºC)

Nesse ponto, a carne perde a cor avermelhada, sendo alterada para o tom rosado opaco. Além disso, restam poucos sulcos na carne e ela, muitas vezes, fica um pouco mais dura quando comparada com os pontos apresentados anteriormente.

Carne ao ponto para bem

  • Corte ideal: fatiado, de preferência;
  • Aplicação de sal: leve;
  • Altura da chama: altura que preserve a temperatura de 65 a 69ºC.

6. Bem passada (temperatura de 70ºC)

Nesse ponto, a carne passa a possuir uma tonalidade marrom, que vai do centro até a sua superfície. Além disso, a sua superfície fica com mais líquido, sendo este um indicativo de que quanto mais líquido a sua superfície tiver, mais passada ela está. Apresenta uma consistência mais dura que as outras opções.

No entanto, é um ponto conhecido como difícil de ser alcançado, vale dizer.

Carne bem passada

  • Corte ideal: fatiado, de preferência;
  • Aplicação de sal: leve ou de acordo com sua preferência;
  • Altura da chama: altura que preserve a temperatura de 70ºC.

Agora que você conhece melhor os seis pontos da carne, fica mais fácil identificar cada um e, assim, assar a carne de acordo com o pedido.

O que achou deste conteúdo? Se gostou, não deixe de acompanhar as publicações para sua casa e para seu negócio em nosso blog. E se quiser adquirir sua churrasqueira e outros itens para churrasco, acesse nosso site ou entre em contato com a gente no WhatsApp.

Agora que você conhece melhor os seis pontos da carne, fica mais fácil identificar cada um e, assim, assar a carne de acordo com o pedido.
 
O que achou deste conteúdo? Se gostou, não deixe de acompanhar as publicações para sua casa e para seu negócio em nosso blog. E se quiser adquirir sua churrasqueira e outros itens para churrasco, acesse nosso site ou entre em contato com a gente no WhatsApp.
0 0 Votos
Avalie este artigo
guest
0 Comentários
Feedbacks
Ver todos os comentários

Inscreva-se e fique por dentro de todas as nossas novidades

    Últimos Posts

    Compartilhe

    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp
    Share on email
    0
    Adoraríamos receber sua opinião por favor, comente!x
    ()
    x
    Share on facebook
    Share on twitter
    Share on linkedin
    Share on whatsapp
    Share on email