A verdade do Choque térmico ao usar Ar-condicionado: fato ou fake?

O uso do ar-condicionado costuma ser um alívio para as pessoas nos dias quentes que em nosso país costumam ocorrer. No entanto, o risco de um choque térmico é sempre temido, apesar de muitas pessoas não terem certeza se esse perigo realmente existe.

Afinal, é fato ou fake que ao sair de um ambiente com ar-condicionado para um local com temperatura mais alta uma pessoa pode sofrer choque térmico?

Acompanhe esse artigo e tenha a resposta e todos os esclarecimentos sobre essa questão que gera dúvidas em tantas pessoas.

O que é o choque térmico?

Trata-se da reação do nosso organismo ao entrar e sair de um ambiente com temperaturas muito distintas, ou seja, uma mudança instantânea da temperatura corporal.

Essa condição pode ocorrer não apenas com o uso do ar-condicionado, mas em qualquer situação onde nosso corpo experimente uma mudança brusca de temperatura, como por exemplo, ao deixar um banho quente e imediatamente sair no frio.

Isso ocorre porque o organismo percebe a necessidade de passar por algumas adaptações para se adequar à nova temperatura e os sintomas e consequências dessa reação podem ser bastante significativos.

O choque térmico pode ocorrer tanto quando uma pessoa sai de um ambiente quente para um frio, como quando acontece o oposto.

Sintomas do choque térmico

Os sintomas variam de acordo com a intensidade da variação climática sofrida pelo corpo. Se a mudança de temperatura for pequena, provavelmente sentiremos apenas um incômodo, mas se a variação for alta, as consequências não serão tão leves.

Alguns dos sintomas mais graves são alterações pulmonares, paralisia facial, arritmia cardíaca, alterações metabólicas e, em casos mais severos, pode ocorrer uma parada cardíaca.

Leia também: Ar Condicionado Inverter ou Convencional: Quais as Diferenças e Qual o Ideal Para Mim?

Reações dependem do tipo de variação

Nas situações em que o choque térmico ocorre da temperatura quente para a fria, a pressão sanguínea aumenta, gerando riscos de acidentes vasculares cerebrais ou outros problemas causados pela elevação da pressão.

Já nos casos onde uma pessoa sai do ambiente frio para o quente, a tendência é que a pressão sanguínea caia e se o indivíduo já tiver problemas de pressão baixa, poderá sentir mal-estar e vertigem.

Os problemas com choque térmico são mais comuns em crianças e idosos.

Como evitar o choque térmico com o uso do ar-condicionado?

Não é porque a reação de choque térmico existe que você terá que abrir mão do conforto proporcionado pelo ar-condicionado, não é mesmo? Afinal, seguindo os cuidados certos, você estará livre desse mal e continuará desfrutando de um ambiente refrigerado e agradável.

Confira abaixo, algumas dicas que farão com que você evite o choque térmico com ar condicionado:

– Mantenha-se sempre hidratado e beba muita água enquanto estiver exposto ao ar-condicionado ou antes de entrar em ambientes refrigerados;

– Nesses ambientes, prefira usar roupas leves e claras;

– Procure fazer uma transição gradual entre ambientes e temperaturas para evitar uma mudança climática muito brusca;

– Evite comer alimentos muito gordurosos e procure ingerir aqueles que ofereçam equilíbrio ao organismo, como frutas, verduras e legumes;

– Se a temperatura externa estiver muito alta, desligue o ar-condicionado um pouco antes de sair, se isso for possível, é claro;

– Evite muitas transições entre ambientes de temperaturas diferentes;

– Procure manter a temperatura do ar-condicionado ente 21ºC e 25°C. Além de ser confortável para o organismo, a variação de temperatura entre o quente e frio será menor e os riscos de um choque térmico também diminuirão.

Você pode entrar em contato conosco para adquirir seu ar-condicionado ou outros equipamentos para sua casa ou estabelecimento. Fale conosco pelo WhatsApp para atendermos você.