Como higienizar corretamente os equipamentos da sua cozinha industrial

Higienização dos equipamentos de uma cozinha industrial e todo o seu ambiente deve ser levada muito a sério pelos profissionais que ali atuam e responsáveis por esse tipo de espaço.

Como todo ambiente profissional onde há circulação de pessoas, a preocupação com a limpeza precisa ser grande, sobretudo em locais onde há preparo de alimentos, já que isso é fator que interfere diretamente na saúde das pessoas.

Uma cozinha industrial mal higienizada abriga sérios riscos de contaminação dos alimentos e é ambiente propício para a proliferação de microrganismos. Fungos e bactérias presentes ali podem ser agentes de doenças perigosas e colocar o estabelecimento diante de sérias complicações.

Para não haver problemas desse tipo nem dores de cabeça com a fiscalização, equipamentos e utensílios de uma cozinha industrial precisam passar por processos rigorosos de limpeza, com frequência. Acompanhe, agora, de que forma essa higienização deve ser feita:

Limpeza diária

Alguns processos de higienização precisam ser feitos diariamente, muitos deles, inclusive, duas vezes ao dia.

Antes de iniciar os trabalhos, é preciso lavar todos os ambientes e equipamentos que serão utilizados para a manipulação dos alimentos, incluindo:

  • Bancadas;
  • Prateleiras;
  • Pias.

Ao final das atividades, deve-se repetir o procedimento.

Do mesmo modo, todos os equipamentos usados no processo de cozimento dos alimentos devem ser higienizados diariamente, como:

  • Fogões;
  • Grelhas;
  • Fornos;
  • Micro-ondas;
  • Chapas;
  • Fritadeiras;
  • Entre outros.

Limpeza com água e sabão

A maioria dos equipamentos da cozinha industrial podem ser limpos com a utilização de água e sabão. Nos casos em que for possível, como na lavagem das peças dos equipamentos, é indicado enxaguar com água corrente.

Caso esse procedimento não possa ser feito, um pano limpo e um pouco de água conseguem dar conta de tirar o excesso de sabão.

Para uma desinfecção por meio de calor, é possível, ainda, imergir as peças e materiais em água fervente, durante 15 minutos, após o enxague.

Uso do cloro para desinfecção

Cloro é agente fungicida e bactericida e é indicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para a desinfecção dos equipamentos e utensílios nas cozinhas industriais.

Caso seja necessário, deve ser utilizado, mas é preciso ter muito cuidado para permanecer dentro das concentrações adequadas, evitando, assim, a intoxicação. A leitura do rótulo e modo de usar podem orientar nesse sentido.

Outras dicas importantes

  1. Não utilize vassouras no piso seco, pois isso faz com que a sujeira leve suba até as bancadas, equipamentos e utensílios. Desse modo, prefira passar um pano úmido, ao invés de varrer;
  2. Dê preferências descartáveis para a limpeza de superfícies e equipamentos, já que um dos maiores causadores de contaminações nas coisas são os panos comuns, que são reutilizados, sem que passem por lavagem;
  3. Para lavar utensílios menores e peças pequenas, utilize água e sabão neutro e enxágue com água corrente. Depois disso, mergulhe em água quente para uma completa desinfecção.

Para facilitar ainda mais o trabalho das cozinhas industriais e também impedir irregularidades, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apresenta normas obrigatórias e orientações sobre os procedimentos corretos quanto a organização e higienização desses ambientes, que podem ser acessadas no site do órgão.

O atendimento às exigências e orientações é importante não apenas para não ter problemas com a fiscalização, mas principalmente, para garantir uma cozinha segura para o preparo dos alimentos que tantas pessoas irão ingerir. Afinal, a saúde de todas deve estar sempre em primeiro lugar.

Agora que você já sabe como higienizar sua cozinha industrial, que tal deixá-la bem equipada Acesse nosso site e conheça as opções dos melhores equipamentos!